sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

Pré-Adolescentes Lição 08: Amigos da fé.

Pré-Adolescentes
Lição 08: Amigos da fé.
Texto bíblico: Daniel 1. 1,3-7,17
Objetivos:  Escolher amizades agradáveis a Deus; Aprender que amigos dividem as alegrias e tristezas entre si.
Enfoque bíblico:  “Felizes  são aqueles que não se deixam  levar pelos conselhos dos maus” (Salmos 1.1a)(*)

PALAVRA  DO DIA  é :AMIGO




Lição 08 - Amigos de Fé

Texto Bíblico: Daniel 1.1,3-7,17

Professor, explique aos seus alunos que Deus pode e quer ser o melhor amigo do ser humano.
 
Comente sobre  a amizade que Abraão desenvolveu ao longo de sua vida,uma relação indiscutível com Deus. E, se possível nutrir esse tipo de relacionamento com Deus porque Ele é um Ser Pessoal, não uma coisa, uma força ou um fluído energético, mas é o Espírito singular e pessoal, criador do universo e de todas as criaturas existentes. Abraão nutriu essa amizade de modo objetivo, ainda que num plano espiritual. Como ser pessoal, o nosso Deus criou o homem à sua semelhança (Gn 1.26-28), e por isso, como seres pessoais, possuímos todas as características de personalidade, tais como inteligência, vontade e sentimento. Em vários textos bíblicos, Abraão é tratado como “o amigo de Deus” (2 Cr 20.7; Is 41.8; e Tg2.23).
 
Claro que podemos e devemos ter amigos nesta terra, mas devemos saber escolher. Existem algumas qualidades de relação pessoal dentro da amizade que são elementos essenciais à existência de uma amizade profícua e firme. Professor escreva no quadro de giz as qualidades citadas abaixo e explique aos alunos que elas são necessárias para haver uma amizade verdadeira.

1 – Confiança. Uma amizade verdadeira e baseada em uma confiança mútua.
 
2 - Cordialidade. A palavra cordialidade tem o sentido de afetuosidade. O seu prefixo latino cordis significa coração. Os bons amigos desenvolvem uma relação afetuosa entre si demonstrada em atitudes de ternura, de afeto.
 
3- Informação. Entre amigos não existem segredos que não sejam compartilhados. Os amigos compartilham suas vidas uns com os outros e não escondem qualquer novidade de que saibam.
 
4 - Lealdade. Ser leal implica franqueza e honestidade entre as pessoas amigas. Uma amizade é construída na franqueza e na sinceridade. Não pode haver atitudes mesquinhas e mascaradas.
 
Bibliografia:
CABRAL,Elienai. Abraão As experiências de nosso pai na fé. Rio de Janeiro: CPAD,2002.

Juniores Lição 08 - Jesus ensina sobre as riquezas

Juniores
Lição 08 - Jesus ensina sobre as riquezas 

O jovem rico
Leitura Bíblica: Mateus 6.19-21; 19.16-23
Objetivo: Alertar o aluno quanto ao perigo de deixar que o amor aos bens materiais ocupe o lugar de Deus.
Versículo-chave:"(...) Ajuntem rique­zas no céu, onde as traças e a ferrugem não podem destruí-las, e os ladrões não pc: arrombar e roubá-las." (Mateus 6.20)




Lição 08 - Jesus Ensina Sobre as Riquezas

Texto Bíblico: Mateus 6.19-21; 19.16-23

Com certeza todos nós já ouvimos falar de pessoas egoístas que não abrem a mão nem para dar “até logo”. São pessoas apegadas ao dinheiro, e esse apego não agrada a Jesus. A avareza é pecado! Você precisa estar precavido, sempre alerta para que este mal não entre em sua vida. Nossa felicidade não depende dos bens que possuímos, pois os bens desse mundo não satisfazem a nossa alma. Muitos fazem planos onde só pensam em ganhar dinheiro, mas deixam Deus de fora e quando morrem percebem que não são ricos para com Deus. Podemos trabalhar, fazer planos e ganhar muito dinheiro, mas Deus deve sempre ocupar o primeiro lugar em nossa vida. Ele é a nossa herança e o nosso tesouro.
 
Não queira juntar riquezas para si, e ser pobre diante de Deus, pois estará agindo como uma pessoa sem juízo.
 
A felicidade e o consolo não dependem da riqueza deste mundo. As coisas deste mundo não satisfazem os desejos da alma. Você tem um tesouro valioso que vale mais do que o ouro e a prata: Jesus. Reparta este tesouro com os outros, fale de Jesus àqueles que não o conhecem.
 
Boa ideia!
 
Você vai precisar de papel laminado dourado, tesoura, cartolina, cola e gravuras de céu.
 
Procedimento: Peça às crianças que confeccionem cartões evangelísticos. Eles devem ilustrar com gravuras do céu. Ajude-os a fazerem textos evangelísticos. Eles devem levar os cartões para os amigos não cristãos.


Primários Lição 8 - O Salvador também foi criança

Primários
Lição 8 - O Salvador também foi criança
 (Jesus e sua infância)
Texto Bíblico: Lucas 2.40 - 52
Objetivo: Explicar que Jesus também foi criança mas sempre obedeceu aos seus pais e a Deus.
Frase do dia
Eu quero ser como Jesus.

Memória em Ação: Conforme crescia, Jesus ia cres­cendo também em sabedoria, e tanto Deus como as pessoas gostavam cada vez mais dele." (Lucas 2.52)




Lição 08 - O Salvador também foi criança

Texto Bíblico: Lucas 2.40-52

“Aos doze anos, foi o menino Jesus outra vez à Jerusalém. Nessa ocasião, seus pais o perderam na multidão. É provável que, na viagem de regresso, Maria estivesse pensando que Jesus estava com José e vice-versa. Descobriram, então, que Ele não estava entre os que retornavam. E, assim, decidiram voltar para Jerusalém. Passado três dias, os pais de Jesus o encontraram no templo, assentado no meio dos doutores. O que chamou a atenção dos doutores e dos que presenciaram a cena era o conhecimento e interesse de Jesus, ainda adolescente, pelas coisas de Deus. Ele não somente fazia perguntas, mas também respondia.
 
José e Maria estavam conscientes da origem divina de Jesus, bem como sua missão redentora (Lc 1.30-38). Então Maria perguntou a Jesus: ‘Filho, por que fizeste assim conosco’ (Lc 2.48). Jesus lhe respondeu com outra pergunta: ‘Por que me procuráveis? Não sabeis que me convém tratar dos negócios de meu pai?’ (Lc 2.49). O menino demonstrou ter plena consciência de que era, de fato, o filho de Deus e o Messias de Israel” (SOARES,Esequias. Lições Bíblicas. Jesus Cristo,Verdadeiro Homem e Verdadeiro Deus. 1º Trimestre de 2008. Rio de Janeiro: CPAD).

Boa Ideia!

Você vai precisar de papel ofício e canetas hidrográficas preta.

Procedimento: Entregue as folhas para as crianças e solicite que dobrem o papel, formando leque.
 
Depois, com o auxílio da caneta hidrográfica, escreva no leque o versículo do dia (uma frase em cada dobra). Dobre-o novamente. Conforme as crianças forem “abrindo” o leque, o versículo aparecerá gradativamente, aparentando que “cresceu”.

Jardim de Infância Lição 08: Jesus chame seus primeiros ajudantes

Jardim de Infância 

Lição 08: Jesus chame seus primeiros ajudantes
Texto bíblico: João 1.35-51
Objetivo da lição:Fazer a criança compreender que podem servir a Deus.
Aprendendo a bíblia /Versículos visualizados: 
“Vocês são meus amigos  se fazem o que eu mando.” João 15.14

A palavra do dia é:  AJUDAR



Lição 08 - Jesus chama seus primeiros ajudantes

Texto Bíblico: João 1.35-51


 I - De professor para professor

   Prezado professor, neste domingo o objetivo da lição é que a criança compreenda que ela pode servir ao Senhor Jesus.

  A palavra-chave deste domingo é “ajudar”. No decorrer da aula diga: “Eu posso ser ajudante de Jesus”.

II – Saiba Mais

A partir dos registros dos Evangelhos parece que Jesus começou logo no início de seu ministério a reunir em torno de si um grupo de discípulos, com a intenção de preparar uma representação para a continuação do trabalho do reino divino. Os dois pares de irmãos foram chamados no início do primeiro ministério galileu, no qual o primeiro ato foi a seleção de Carfanaum, ao lado do mar, como o centro das operações e o lugar comum de residência. E quando pensamos na chamada que receberam, percebemos que esta não poderia ter vindo cedo demais. Os doze deveriam ser testemunhas de Cristo no mundo após a sua partida; era o dever peculiar deles transmitir ao mundo um relato fiel das palavras e atos do Mestre, uma imagem justa do seu caráter, e um reflexo verdadeiro do seu espírito.

Texto extraído do livro: O Treinamento dos Doze. Rio de Janeiro: CPAD, 2007

III – Conversando com Professor

A vida Cristã, um ambiente de oração e fé em Deus, fará a criança compreender a Deus como Pai amoroso. A atividade dos sentidos ajudá-la-á a aprender as lições da natureza. A criança crê em tudo que lhe é dito. Deus deve ser apresentado como Papai do céu.

Texto adaptado do livro Manual da Escola Dominical, p.189. Rio de Janeiro: CPAD, 1997

IV – Sugestão

Você vai precisar de papel ofício, caneta e tesoura.
Desenhe e recorte 13 bonequinhos de mãos dadas. Escreva o nome dos discípulos em cada bonequinho. O boneco que sobrar (13º) deverá ser escrito o nome da criança. Depois entregue as crianças e repita a frase: “Eu posso ser ajudante de Jesus”.




Maternal Lição 8. Jesus leu e explicou a Bíblia

Maternal 
Lição 8. Jesus leu e explicou a Bíblia
Texto bíblico: Lucas 4:14-30
Objetivo da Lição: Que ao estudar a Bíblia, as crianças encontrem Jesus, o Filho de Deus, nela revelado.
Versículo para memorizar: "Examinais as Escrituras...são elas que de mim testificam." João 5:39.
Palavra chave: Escrituras. 





Lição 08 - Jesus leu e explicou a Bíblia

Texto Bíblico: Lucas 4.14-30
I - De professor para professor

•  Prezado professor, neste domingo o objetivo da lição é que a criança aprenda que a Bíblia fala de Jesus.

•  A palavra-chave deste domingo é “Escrituras”. No decorrer da aula diga: “Devemos estudar as Escrituras”.

II - Saiba Mais 

Quanto mais lemos a Bíblia, mais sábios nos tornaremos. Ela orienta-nos em todos os nossos caminhos; consola-nos quando nenhum consolo humano é possível; mostra-nos a estrada do Calvário e leva-nos ao lar celestial.
 
A Bíblia dá-nos sabedoria: “Os teus mandamentos me fazem mais sábios que os meus inimigos; porque, aqueles, eu os tenho sempre comigo” (Sl 119.98).
 
Somos constrangidos a concordar com Chales H. Spurgeon; a Bíblia, temo-la continuamente à cabeceira; quanto mais a lemos, mais a amamos. Somente ela pode dar-nos a necessária sabedoria num mundo confuso e que marcha, loucamente, para a destruição.

Texto extraído do livro: As Disciplinas da Vida Cristã, Rio de Janeiro: CPAD

III - Conversando com o professor

A Lei do efeito: O aluno aprende mais facilmente o que lhe causa prazer e satisfação. Um aluno insatisfeito agirá contrariado. O aluno não somente aprende, mas repete aquilo que causa prazer. Quando o efeito de uma coisa é agradável, a pessoa quer repetir a experiência, mas quando é ao contrário, ninguém quer repeti-la. Portanto, aprende-se mais facilmente o que é agradável, e dificilmente o que é agradável.

Texto Extraído do livro: Manual da Escola Dominical, Rio de Janeiro, CPAD 1997





quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

Pré-Adolescentes Lição 07: Você tem o seu valor.

Pré-Adolescentes
Lição 07: Você tem o seu valor.
Texto bíblico: Juízes 6.11,12,14-18
Objetivos: Entender que ele é muito importante para Jesus; Saber que não é superior ou inferior a ninguém.
Enfoque bíblico: "Com a força que Cristo me dá, posso enfrentar qualquer situação" (Filipenses4.13)
PALAVRA  DO DIA  é :AUTO-ESTIMA.




Lição 07 - Você tem o seu valor

Texto Bíblico: Juízes 6.11,12,14-18

Duas emoções típicas da adolescência são os sentimentos de inferioridade e a insegurança. Em razão de todas as mudanças que estão acontecendo em seu corpo, o adolescente torna-se muito acanhado. Ele sempre pensa que ninguém o entende – especialmente seus pais. Enfrenta momentos em que não se sente bem-aceito pelo mundo inteiro – inclusive pelo seu melhor amigo – e se acha totalmente sem valor.

A falta de compreensão sobre as mudanças físicas e intelectuais trazidas pela puberdade conduz a esses sentimentos de inferioridade. Ao comparar-se com os outros os adolescente pensa que não é tão bom ou digno quanto eles. Para encobrir esses sentimentos, acaba desenvolvendo um comportamento dominador, espalhafatoso ou petulante. Ele pode retrair dentro de uma carapaça ou tornar-se o chefe da classe. Ou pode disfarçar uma postura de tédio e falsidade que desafia qualquer um a lhe dar aula ou oferecer ajuda.

Professor pergunte aos adolescentes se eles já pararam para pensar porque Deus se dedica tanto a nós?  Espere as respostas. Explique que nossa existência poderia ser medíocre. Deus poderia ter deixado o mundo sem forma e cinza; nós nunca saberíamos a diferença. Mas não foi isso que Ele fez.  

Ele jogou a cor laranja no nascer do sol e pintou o céu de azul.

E se você gosta de ver o voo dos gansos poderá observar isto também.

Teve Ele de fazer a bela cauda do esquilo?

Foi Ele obrigado a fazer o canto dos pássaros?

E a forma engraçada como as galinhas ciscam ou a  majestade do trovão quando emite seu som?

Por que dar cheiro à flor? Por que dar sabor aos alimentos? O Senhor Deus fez tudo isso, porque nos ama. E a maior prova desse amor, é a nossa salvação em Cristo Jesus.  

Bibliografia:

LUCADO,Max. Aprenda a Compartilhar Um Amor que Vale a Pena. Rio de Janeiro: CPAD, 2003.

JOHNSON, Lin. Como Ensinar Adolescentes: Descubra a alegria de trabalhar Com eles. Rio de Janeiro: CPAD, 2003.  


Juniores Lição 07 - Jesus ensina sobre o perdão

Juniores
Lição 07 - Jesus ensina sobre o perdão
Leitura Bíblica: Mateus 18.21-35
Objetivo: Auxiliar os alunos a concluírem que o perdão é uma atitude de misericórdia e uma prova de amor ao próximo.
Versículo-chave: "Sejam bons e aten­ciosos uns para com os outros. E perdoem uns aos outros, assim como Deus, por meio de Cristo, perdoou vocês." {Efésios 4.32)



Lição 07 - Jesus ensina sobre o perdão

Texto Bíblico: Mateus 18.21-35


A lição da Parábola do Credor Incompassivo, é que o perdão dilui todo o obstáculo emocional negativo quando estamos dispostos a reconhecer que, antes de cobrar a dívida dos que nos devem, temos uma dívida impagável com Deus.

Ao perdoar alguém que nos ofende, devemos fazê-lo de coração, pois o perdão é um dos elementos vitais para a sobrevivência, indispensável para termos uma vida saudável, física, moral e espiritual.

Como já é de seu conhecimento que Pedro perguntou ao Mestre, quantas vezes deveria perdoar o seu irmão. Cristo respondeu que deveria perdoar setenta vezes sete. Essa matemática apresentada por Jesus como resposta a pergunta de Pedro, viria a revolucionar os sistemas de valores morais e espirituais existentes. A tradição estabelecia três ou sete vezes a quantidade para o perdão. Jesus quebrou a matemática legalista dos judeus e, numa linguagem hiperbólica, falou em setenta vezes sete, para indicar um número ilimitado para a capacidade de perdoar o ofensor (FERREIRA, Dâmaris. et. al. Revista de Pré-Adolescentes: As Parábolas de Jesus, 2º Trimestre 2010. CPAD).

Boa ideia!

Você vai precisar de cartolina branca, caneta hidrográfica vermelha e tesoura.

Recorte quadrados de cartolina branca e entregue as crianças. Solicite que eles escrevam o versículo do dia nos quadrados. Depois peça que elas entreguem esse cartão há alguém que elas acreditam que precisam pedir perdão. 


Jardim de Infância Lição 07: Jesus é batizado.

Jardim de Infância 
Lição 07: Jesus é batizado. 
Texto Bíblico Marcos 1.4-11
Objetivo: Reconhecer que obedecer a Deus é a melhor Atitude.
Aprendendo a bíblia /Versículo visualizado ”Arrependam-se dos seus pecados e sejam batizados.” Marcos 1.4
A palavra é: BATIZAR



Lição 07 - Jesus é batizado

Texto Bíblico: Marcos 1.4-11

 I - De professor para professor

- Prezado professor, neste domingo o objetivo da lição é que a criança compreenda que obedecer a Jesus é a melhor atitude.

- A palavra-chave deste domingo é “Batizar”. No decorrer da aula diga: “Jesus foi batizado”.

II – Saiba Mais 

No Antigo Testamento, muitos eram os rituais estabelecidos por Deus e observados por seus servos fiéis. Sabemos, no entanto, que todos aqueles ritos tinham a função de apontar para o que Cristo haveria de fazer pela humanidade: oferecer-se a si mesmo em sacrifício por nós. Ao morrer em nosso lugar, e ressuscitar ao terceiro dia, o Senhor Jesus aboliu todos aqueles rituais. Uma vez que o sacrifício perfeito – Cristo – fora oferecido, aqueles perderam a razão de ser. Entretanto, dois cerimoniais foram ordenados por Jesus à igreja, como símbolos daquilo que Ele efetuou por nós e de nosso relacionamento com Ele: o batismo em águas e a Santa Ceia.

O batismo nas águas é o cerimonial do ingresso no Corpo de Cristo, e simboliza o início da caminhada espiritual.

Pouco antes de subir ao céu, o Senhor entregou aos discípulos a Grande Comissão: evangelizar os povos, batizando-os, em nome do Pai, Filho e do Espírito Santo (Mt 28.19).

O batismo é como se fosse uma representação, através do qual a pessoa confessa publicamente que creu em Jesus e foi salva por Ele. O ato da pessoa sendo mergulhada na água significa que a sua velha natureza pecaminosa morreu juntamente com Cristo, e foi sepultada com Ele. Ao ser levantada da água, representa que uma nova pessoa ressuscitou juntamente com Cristo, para viver uma vida (Rm 6.3-6)

Texto extraído do livro: Manual de Integração do Novo Convertido, Rio de Janeiro:CPAD, pp168, 168  

III – Conversando com o Professor  

Um dos intuitos da Escola Dominical é o de fazer seus alunos, homens e mulheres, verdadeiros cristãos, cujas vidas se assemelhem em palavras e obras ao ideal apresentado em Jesus Cristo, conforme lemos em Romanos 8.20. Vê-se, portanto, que a tarefa do professor de Escola Dominical é da máxima importância e do maior alcance, precisando não somente de conhecimentos da matéria, e da arte de ensinar, mas também de influenciar e orientar o pensamento do aluno, resultando em contínua moldagem do caráter cristão ideal, no sentido moral e espiritual.

Texto extraído do livro: Manual da Escola Dominical, p.120. Rio de Janeiro: CPAD,1997 


Primários Lição 7 - Presentes para o Salvador

Primários
Lição 7 - Presentes para o Salvador
Texto Bíblico: Mateus 2.1-23
Objetivo: Explicar que o melhor presente que podemos oferecer a Jesus é a nossa própria vida.
Frase do dia:  Eu ofereço minha vida a Jesus.
Memória em Ação: Que posso eu oferecer a Deus, o Senhor, por tudo de bom que ele
me tem dado?" (Salmos 116.12)




Lição 07 - Presentes para o Salvador

Texto Bíblico: Mateus 2.1-23



Sabemos pouco sobre os “três magos” que foram ver o bebê Jesus. Na verdade o pouco que sabemos vem da lenda, não das Escrituras. A despeito do que você pode ter ouvido, não sabemos seus nomes. Ainda que digamos que eram três, a Bíblia nunca diz quantos eram somente que eles deram três presentes. Eles foram ver Jesus algum tempo depois de nascido. Eles avistaram uma estrela no Oriente, a seguiram, pois sabiam que ela anunciava o nascimento do Messias.  Os presentes dos Magos eram ouro, incenso e mirra. A providência divina os mandou como socorro oportuno para José e Maria, em sua atual condição de pobreza. Assim nosso Pai celestial, que sabe de que necessitam seus filhos, usa alguns como mordomos para suprir a necessidade dos demais e dar-lhes o provimento desde os confins da terra.

Bibliografia:

HENRY,Matthew. Comentário Bíblico. Rio de Janeiro:CPAD,2002.

KENDRICK,Michael. 365 Lições de Vida Extraídas de Personagens da Bíblia. Rio de Janeiro: CPAD, 1999.  

Boa ideia

Você vai precisar de caixas de papelão, papel de presente, fitas colorida, tesouros e fita adesiva.

Peça às crianças para, escreverem nome de Jesus e enfeitá-lo com purpurina ou cola colorida.

Depois elas devem colocar o “nome de Jesus” dentro da caixa e encapar com o papel de presente e as fitas coloridas.

Elas devem escolher um amigo não crente e entregar a caixa. Depois eles devem explicar que o que tem dentro da caixa é o melhor presente que Deus poderia ter nos dado. 

Maternal Lição 7. A arma secreta de Jesus.

Maternal 
Lição 7. A arma secreta de Jesus.
Texto bíblico: Mateus 4:1-11.
Objetivo: Que a criança guarde a Palavra de Deus no coração, não apenas sabendo recitá-lo de cor, mas praticando-a e obedecendo-a. 
Versículo para Memorizar: "Guardo a tua Palavra no meu coração para não pecar" Salmos 119:11
Palavra chave: Espada.




Lição 07 - A Arma Secreta de Jesus

Texto Bíblico: Mateus 4.1-11

I - De professor para professor  

- Prezado professor, neste domingo o objetivo da lição é que a criança guarde a Palavra de Deus no coração.  

- A palavra-chave deste domingo é “Espada”. No decorrer da aula diga: “A Palavra de Deus é a Espada do Espírito”.

II - Saiba Mais  

A nossa primeira atitude em relação à Bíblia é amá-la como a inspirada Palavra de Deus. Declarar como o salmista todo o nosso amor às Escrituras: ”Oh quanto amo a tua lei; é a minha meditação em  todo o dia” (Sl 119.97).

Se realmente amamos a Palavra de Deus, ser-nos-à insuportável ficar um dia sem que a estudemos; sua leitura é essencial à vida moral e à espiritual. Aliás, declarou Moisés aos israelitas que nem só de pão vive o homem, mas de toda a palavra suscitada da boca de Deus.

Por que a Bíblia é-nos tão imprescindível? Como todos ansiamos ouvir a voz de Deus, voltamos ao seu Livro, pois neste, acha-se Ele a consolar, de seu alto e sublime trono, aos quebrantados de corações  

(Texto extraído do livro, As Disciplinas da Vida Cristã, Rio de Janeiro: CPAD).  

III - Conversando com o professor

Um dos maiores problemas do ensino nas escolas dominicais, atualmente, independentes de faixa etária, é a inadequação dos métodos de ensino. Os métodos (quando são usados) são escolhidos sem objetivar o aluno e sua transformação de vida.

O professor deve ser criterioso ao escolher o método que irá usar em sua classe. Cada situação especifica requer um método apropriado. Devem ser avaliadas todas as vantagens e desvantagens de aplicá-lo (Texto extraído do livro Abordagens e Práticas da Pedagogia Cristã, CPAD).

IV- Sugestão 
Você vai precisar de cartolina vermelha, caneta hidrográfica preta, tesoura, cola branca e desenho de Bíblia.  

Desenhe e recorte na cartolina corações conforme o modelo  anexo.                    

Na frente escreva: “Com ela guardada em meu coração eu venço o inimigo”. Na parte interna (segundo coração, desenhe uma Bíblia. Entregue um para cada criança. 

Pré-Adolescentes Lição 06: Sob influência.

Pré-Adolescentes
Lição 06: Sob influência.
Texto bíblico: 2 Reis 18.3,5-7; 22.1,2
Objetivos:  Seguir os bons exemplos dos reis, Ezequias e Josias. Entender que o crente deve influenciar e não deixar ser influenciado pelas coisas que desagradam a Deus.
Enfoque bíblico:
"... não tenham nenhuma falha ou mancha... vivendo sem nenhuma culpa no meio de pessoas más, que não querem saber de Deus. No meio delas vocês devem brilhar como as estrelas no céu." (Filipenses 2.15) (*)
PALAVRA  DO DIA  é : INFLUÊNCIA




Lição 06 - Sob Influência
Texto Bíblico: 2 Reis 18.3,5-7; 22.1,2

O grupo de amigos é a ponte entre a segurança oferecida pela independência dos pais e a liberdade da independência. Trata-se também de uma característica predominante da vida social do adolescente. Os grupos de jovens adolescentes continuam a ser compostos por pessoas do mesmo sexo, como se fossem uma extensão das turmas de juniores.

O forte desejo de ser aceito pelo grupo leva os adolescentes a fazerem quase tudo. Seja qual for o estilo de roupas do grupo, ele o adotará. Não importa a gíria usada pelo grupo, ele a usará. Tudo quanto o grupo apreciar, ele também vai gostar. Tudo o que o grupo fizer, ele fará.

Ser diferente é cometer suicídio social. Deste modo, é difícil para o adolescente – se não impossível – ser o único a optar pelo Senhor e por seus mandamentos, quando o grupo não está interessado nisso ou age de forma contrária à Bíblia.

Professor, é vital que você aceite a todos de sua classe e não escolha favoritos. Seja amigo e mostre interesse pessoal por cada aluno. A Escola Dominical deve ser um grupo onde todos se sentem confortáveis, sabem que fazem parte da classe e são amados. Faça um esforço especial para incluir alunos que são rejeitados pelo restante da turma. Planeje com o grupo e participe de atividades para o Senhor dentro e fora da igreja. Ensine e estimule a evangelização entre amigos para ajudar os adolescentes a testemunharem para os colegas sobre Jesus, sem medo do ostracismo (exclusão,banimento) social.

Bibliografia:

JONHSON,Lin. Como Ensinar Adolescentes, Descubra a alegria de trabalhar com eles. Rio de Janeiro:CPAD,2003


Juniores Lição 06 - Jesus ensina sobre a oração

Juniores
Lição 06 - Jesus ensina sobre a oração
Leitura Bíblica: Mateus 6.5-13
Objetivo: Incentivar os alunos a conversarem frequentemente com Deus e valorizarem o
Versículo-chave: "Mas você, quando orar, vá para o seu quarto, feche a porta e ore ao seu Pai, que não pode ser visto. E o seu Pai, que vê o que você faz em segredo, lhe dará a recompensa." (Mateus 6.6)


Lição 06 - Jesus Ensina Sobre Oração
Texto Bíblico: Mateus 6.5-13

Você quase pode ver a angústia estampada na face dos discípulos, no momento em que eles estavam ao redor do Mestre Jesus. Um deles, talvez Pedro, assume o papel de porta-voz do grupo. Em vez de pedir: “Senhor, ensina-nos como orar”, ele rompe o silêncio e diz: “Senhor, ensina-nos a orar agora!”(Lc 11.1).

Suas palavras demonstravam tanto ansiedade quanto expectativa. Por diversas vezes, viram Jesus se retirar para lugares isolados, e maravilhavam-se ao ver a serenidade que o Mestre apresentava após aqueles momentos. É bem possível que os discípulos não soubessem o que fazia a face de Cristo brilhar, porém estavam certos de que, fosse o que fosse, eles também queriam vivenciar esta experiência, e naquele instante!

Certamente os discípulos já ouviram Jesus pregar sobre a oração, especialmente no momento em que Ele apresentou o fascinante Sermão da Montanha (Mt 5-7). No entanto, aquele fora um sermão público, ministrado a uma multidão, e esta era a oportunidade para uma reunião particular. E Jesus, percebendo a ansiedade deles, sabia que teria total atenção.

Havia centenas de orações registradas nas Escrituras, as quais o Mestre poderia ter chamado a atenção dos discípulos naquele dia. Por exemplo, a maravilhosa oração de Salomão, narrada no segundo livro das Crônicas. Jesus também poderia ter respondido aos discípulos, mencionando as orações de Josué, Jefté e, além dessas, a de Jabez. Entretanto, não fez isso. Jesus sabia que seus discípulos nunca compreenderiam plenamente os exemplos de oração, se não entendessem primeiramente os princípios da oração. É exatamente por isso que Ele nos deixou seu modelo de oração.

Não nos deu um mantra; deu-nos um padrão de oração, e os discípulos aprenderam perfeitamente. Na verdade, até mesmo uma leitura superficial das epístolas nos revela o quanto assimilaram bem aquela lição. Em poucos anos, eles viraram o Império Romano de cabeça para baixo!

Professor, ensine aos alunos que da mesma forma que a oração de Jesus revolucionou a vida dos apóstolos, pode transformar a vida deles também. Incentive aos alunos a terem uma vida de oração (Texto extraído do livro A Oração de Jesus de Hank Hanegraaff, CPAD).

Boa ideia!

Você vai precisar de uma caixa de presente lacrada e com uma fenda no centro, retângulos de papel ofício e lápis preto.

Entregue a cada aluno um retângulo e um lápis. Eles devem escrever um pedido de oração e colocar dentro da caixa. Escolha um por orar todos os dias pelos pedidos, e trazer a caixa no próximo domingo e entregar a outra criança e assim sucessivamente até que todos tenham participado. Durantes os domingos dê oportunidade para que os alunos testemunhem as respostas de oração.


Primários Lição 6 - Valeu a pena esperar o Salvador

Primários
Lição 6 - Valeu a pena esperar o Salvador
Texto Bíblico: Lucas 2.21-39
Objetivo: Explicar que a chegada de Jesus era uma promessa aguardada por muitos.
outras, pode postar aqui pra gente.
Frase do dia Valeu a pena esperar o Salvador!
Memória em Ação: "Vocês precisam ter paciência para poderem fazer a vontade de Deus e receber o que ele promete." (Hebreus 10.36)




Lição 06 - Valeu a pena esperar o Salvador

Texto Bíblico: Lucas 2.21-39



As famílias judias observavam várias cerimônias logo após o nascimento de um bebê. Entre as mais importantes estão: (1) a circuncisão. Todo menino era circuncidado e recebia um nome ao oitavo dia após o nascimento (Lv 12.3). A circuncisão simboliza a separação dos judeus dos gentios e seu relacionamento singular com Deus. (2) A redenção do primogênito. O filho primogênito era apresentado a Deus um mês após o nascimento (Êx 13.2,11-16). A cerimônia incluía o resgate da criança para Deus por meio de uma oferta. Deste modo, os pais reconheciam que o filho pertencia a Deus, o único com poder de dar a vida. (3) A purificação da mãe. Por quarenta dias depois do nascimento de um filho, a mãe era considerada impura; e não podia entrar no templo. No final desse período de separação, os pais deveriam oferecer um cordeiro em holocausto e um pombo como oferta pelos pecados. O sacerdote sacrificava estes animais e declarava a mulher purificada. Jesus era o filho de Deus, mas sua família realizou estas cerimônias de acordo com a lei (Bíblia de Estudo Aplicação Pessoal, CPAD, p 1346).  

Boa ideia! 

Você vai precisar de tubos de papelão, cartolina branca, papel crepom branco, cola branca, tesoura, canetas hidrográficas e lástex.

Na cartolina branca desenhe um par de asas. Entregue os tubos de papelão para as crianças, e peça para elas encaparem com o crepom branco e desenharem os olhinhos da pomba (no inicio do tubo).

Cole as asas da pombinha no tubo. Depois com o auxílio da agulha, perfure o tubo de papelão e as asinhas para passar o lástex.

Ao fazer o movimento do ioiô com o lástex, as crianças terão a sensação de que a pombinha está batendo asas.  

Jardim de Infância Lição 06: O menino Jesus conversa com os Doutores

Jardim de Infância 
Lição 06: O menino Jesus conversa com os Doutores
Texto Bíblico Lucas 2.41-52
Objetivo : Ensinar que Jesus ama a casa de Deus.
Aprendendo a bíblia /Versículo visualizado: “ Jesus ia crescendo também em sabedoria...” Lucas 2.52
Palavra do dia: CONVERSA





Lição 06 - O menino Jesus conversa com os professores
Texto Bíblico: Lucas 2.41-52


 I - De professor para professor

Prezado professor, neste domingo o objetivo da lição é que a criança compreenda que Jesus amava a Casa de Deus.

A palavra-chave deste domingo é “conversar”. No decorrer da aula diga: “Jesus conversou com os professores”.

II – Saiba Mais

Jesus Cristo era humilde e estava disposto a renunciar aos seus direitos para obedecer a Deus e servir ao povo. Devemos, assim como Cristo, adotar atitude de um servo e servir pelo amor que temos a Deus e aos nossos semelhantes, e não por qualquer sentimento de medo ou culpa. Lembre-se: Você pode escolher a atitude que vai tomar. Pode viver na expectativa de ser servido ou procurar oportunidades de servir aos outros. Veja Marcos 10.45 para mais detalhes sobre a atitude que o Senhor Jesus Cristo demonstrou em relação a servir.

Sem deixar de ser Deus, Ele se tornou um ser humano, o homem chamado Jesus. Para tornar-se humano, Ele não desistiu de sua divindade, mas deixou de lado o direito à sua glória, poder e sabedoria. Jesus de Nazaré estava sujeito ao lugar, ao tempo e a muitas outras limitações humanas. O que tornou essa humanidade única e especial foi sua isenção de pecado.

Bíblia de Estudo Aplicação Pessoal, p.1663. CPAD

III – Conversando com o Professor

O ensino da Palavra de Deus é uma obra espiritual, significa a cultura da alma. Ganhar o aluno para Cristo é apenas o início da obra: é mister cuidar em seguida da formação dos hábitos que formam o caráter ideal modelado pela Palavra de Deus. São os hábitos que formam o caráter: este influi no destino da pessoa. Professor cabe a você desenvolver a espiritualidade dos alunos e o caráter cristão.

Manual da Escola Dominical, p 120. Rio de Janeiro:CPAD

IV – Sugestão      

Você vai precisar de papel quarenta quilos e caneta hidrográfica preta.

Procedimento: Dobre o papel, formando um grande leque. Depois com o auxilio da caneta hidrográfica e escreva no leque o versículo do dia.Dobre-o novamente e prenda-o com um pedaço de elástico.

Apresente o leque às crianças e conforme for lendo o versículo vá desdobrando o leque. Ele deverá ser desfeito aparentando que a folha “cresceu”.

Obs. Se preferir pode confeccionar um para cada criança em versão menor.  

Maternal Lição 6. O azeite que não acabava.

Maternal 
Lição 6. O azeite que não acabava.
Texto Bíblico 2 Reis 4.1-7
Objetivo
• Que a criança creia que Deus é  poderoso para realizar milagres, e coloque em prática a fé no seu poder.
Para guardar no coração: "... Lembrem de tudo o que Deus tem feito, lembrem dos seus grandes e maravilhosos milagres..." Salmos 105.5
Palavra-chave: "Milagre"



Lição 06 - O azeite não acabava
Texto Bíblico: 2 Reis 4.1-7


I - De professor para professor

Prezado professor, neste domingo o objetivo da lição é que a criança aprenda que Deus é poderoso.  

A palavra-chave deste domingo é “Milagre”. No decorrer da aula diga: “Papai do céu realiza milagres”.  

II - Saiba Mais  

No livro de 2 Reis lemos o relato da pobre viúva, mãe, e que se achava sozinha numa situação impossível de se suportar por muito tempo: não tinha comida em casa nem meios para se sustentar. Além disso, estava sendo ameaçada por um impaciente cobrador de impostos. Se ela não pagasse a dívida imediatamente, perderia os filhos.

A única coisa que corria a seu favor era que sabia para onde se voltar. Somente Deus poderia fazer um milagre acontecer para mudar a situação. Ela levou o problema até o profeta.

O lugar onde depositamos nossas esperanças determina se receberemos, ou não, um milagre. Se insistirmos em procurar no homem a solução para nossos problemas, continuaremos a nos desapontar.  Deus deseja mostrar-se forte em nosso benefício também. Ir a Deus, entretanto, significa pedir, orar e crer que vai receber o que se pediu.

Olhar para Deus em meio aos problemas significa que você parou de repetir as queixas, e resolveu tornar aquela conversa íntima numa oração direcionada para o alto  

Texto adaptado do livro: Há um Milagre em sua casa, CPAD  

III - Conversando com o professor

“No conceito moderno, ensinar não é apenas transmitir conhecimentos, mas também promover aprendizagem por parte do aluno. Essa aprendizagem não pode ser forçada nem introduzida no educando como o ato de vestir uma peça de roupa. Portanto, ensinar não é apenas ler ou falar diante de uma classe, mas primeiro despertar, motivar e interessar a mente do aluno e em seguida dirigi-la no processo de aprendizagem”  

Antônio Gilberto, Manual da Escola Dominical, CPAD 

terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Pré-Adolescentes - Lição 05: Qualidades versus defeitos.

Pré-Adolescentes
Lição 05: Qualidades versus defeitos.
Texto bíblico: Êxodo 2.4-1 0
Objetivos: Valorizar a mudança que Deus quer fazer na sua maneira de agir; Entender que Deus transfor­ma defeitos em qualidades.
Enfoque bíblico: 
" Que o Espírito de Deus, que nos deu a vida, controle também a nossa vida!" (Galatas 2.25)
PALAVRA  DO DIA  é TEMPERAMENTO




Lição 05 - Qualidade Versus Defeitos
Texto Bíblico: Êxodo 2.4-10
A psicologia auxilia a educação ao explicar as diferenças de temperamento entre as pessoas. Segundo o Dicionário Aurélio Eletrônico, o temperamento é o “conjunto dos traços psicofisiológicos de uma pessoa, e que lhe determinam as reações emocionais, os estado de humor e caráter”. Em síntese, o temperamento é inato em nossa constituição.

De acordo com a psicologia são quatro tipos de temperamentos: Sanguíneo, colérico, melancólico e fleumático. Ninguém é totalmente fleumático ou sanguíneo. Na verdade existe uma mistura de temperamentos mas com o predomínio de um deles. Para executar uma pequena “pesquisa” sem a rigorosidade acadêmica requerida para um teste sério de temperamento, proponha uma atividade simples e de curto tempo para os alunos. Distribua uma folha para cada um contendo trinta e duas características dos temperamentos – e peça para que os alunos escolham, entre essas, dez que descrevam a forma particular do ser deles.

No documento anexo há um teste para saber qual o temperamento de seus alunos

Material extraído da Revista de Adolescentes Mestre 7 pp.25,26,CPAD.




Juniores - Lição 05 - Jesus ensina sobre a felicidade

Juniores
Lição 05 - Jesus ensina sobre a felicidade
As Bem Aventuranças

Leitura Bíblica: Mateus 5.1-12
Objetivo: Esclarecer aos alunos que, se obedecermos aos ensinos de Jesus, seremos felizes.
Versículo-chave: "Guia-me pelo caminho dos teus mandamentos, pois neles encontro a felicidade." (Salmos 119.35)




Lição 05 - Jesus ensina sobre felicidade
Texto Bíblico: Mateus 5.1-12
Em seu mais longo sermão registrado, Jesus começou descrevendo as características que procurava em seus seguidores. Ele chamou de felizes aqueles que possuem essas características, porque Deus tem algo especial reservado para eles. O melhor exemplo de cada característica é encontrado no próprio Jesus. Se a nossa meta é nos tornarmos como Ele, as bem-aventuranças desafiarão o modo como vivemos cada dia.
 
Boa ideia!
Professor reproduza o quadro abaixo em uma folha de papel quarenta quilos e apresente-o às crianças. Leia juntamente com elas as referências bíblicas e explique como elas podem desenvolver essas características.
 
Explique que essas características devem estar presentes na vida de todos os servos de Deus.
CARACTERÍSTICAS
COMO DESENVOLVER ESTA ATITUDE 
HUMILDE
Tiago 4.7-10
PRANTO/ CHORO
Salmo 51; Tiago 4.7-10
MANSIDÃO E SIMPLICIDADE
Mateus 11.28-30
JUSTIÇA E BONDADE
João 16.10,11 Filipenses 3.8-9
AMABILIDADE E MISERICÓRDIA
Efésios 5.1,2
CORAÇÃO PURO
1 João 3.1-3
PAZ
Romanos 12.9-21; Hebreus 12.10,11
FIDELIDADE
2 Timóteo  2.12

 (Texto e quadro adaptado da Bíblia do Adolescente Aplicação Pessoal, CPAD).

Primários - Lição 5 - O Salvador Chegou!!!

Primários
Lição 5 - O Salvador Chegou!!!
Texto Bíblico: Lucas 2. 1-20
Objetivo: Apresentar Jesus como o nosso Salvador pessoal, Maravilhoso Conselheiro, Deus Poderoso, Pai Eterno, Príncipe da Paz.
Frase do dia:  O Salvador chegou!

Memória em Ação: "Deus nos mandou um menino que será o nosso rei. Ele será chamado de 'Conselheiro Ma­ravilhoso", Deus Poderoso", "Pai Eterno", Príncipe da Paz*." (Isaías 9.6)






Lição 05 - O Salvador chegou!!!

Texto Bíblico: Lucas 2.1-20

Um alistamento (um registro ou censo) romano seria realizado para ajudar o alistamento militar ou a arrecadação de impostos. Os judeus não precisavam servir no exército romano, mas não podiam deixar de pagar impostos. O decreto de Augusto saiu na hora certa e de acordo com o plano perfeito de Deus para trazer seu Filho ao mundo. Não era possível deixar de participar do censo. Consequentemente, todos iam alistar-se, cada um à sua própria cidade. José foi a Belém, uma viagem de aproximadamente 110 a 130 quilômetros. Belém, uma viagem foi onde cresceu o rei Davi (1 Sm 16;17.12;20.6).

Deus controla toda a história. Graças ao decreto do imperador Augusto, Jesus nasceu na mesma cidade profetizada para o seu nascimento (Mq 5.2), embora seus pais não vivessem ali. José e Maria foram a Belém porque José era da casa e família de Davi. Os profetas do Antigo Testamento profetizaram que o Messias nasceria na linhagem de Davi (Is 11.1; Jr 33.15; Ez 37.24; Os 3.5). Em algum momento durante a visita a Belém, a criança prometida nasceu. Cumprindo assim a profecia (texto adaptado do Comentário do Novo Testamento, Aplicação Pessoal).

Boa ideia!

Você vai precisar de lençóis, roupões e um boneco.

Divida a classe em grupos e depois peça para cada grupo encenar o censo, a viagem e o nascimento do Salvador

pode gostar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...